Quem sou eu

Minha foto
Sociologist by the University of Haifa, specialized in approaches for the gates of knowledge improving communication between Jews and non-Jews. This is an open way to communicate with Jews from Israel, USA, Canada, Europe or those who live in Latin American countries but do not speak Portuguese (in Brazil) or Spanish (all other countries besides Guianas)

Existe Karma no Judaísmo? - Rabino Ozer Bergman, de Jerusalém

Este idéia é bem anterior à dos povos do oriente, que a receberam de Abrahão, nosso Patriarca.

Na verdade, eles meio que retrabalharam o tema do Tikun Hanefesh [reparação da alma], numa idéia judaica que surgiu bem antes.

Diz o Talmud: "Assim disse Rav Ami:- Não há morte sem pecado, sem sofrimento, sem transgressão". [Talmud, Tratado Shabat 55a ].

Em outras palavras, enquanto uma alma reencarnar, ela terá algum pecado, algum sofrimento causado a outrem ou alguma transgressão para consertar.

Este é apenas um dos aspectos do Tikun ["Karma"] que a pessoa traz a esta vida de uma vida passada e que precisa ser corrigido para que ela não precise mais reencarnar.

A cura para o Tikun [Karma] está na Teshuvá.

No Judaísmo o que prima é a ação. Você não pode simplesmente esperar que alguém ou alguma força externa dissolva o seu Karma sem que você mude o modo como faz as coisas neste mundo.

Há também o Mazal [sorte, ou "estrela"] da pessoa que faz com que tudo de bom caia no caminho dela e não raro o contrário também. É não há "cura" para o próprio Mazal.


A única coisa que pode mudar isso é o estudo da Torá e alta frequência de boas ações.

Estudar Torá é conectar-se a D-us. Fazer caridade é conectar-se a D-us fazendo o bem a outrem.

Quantidade é bom, mas se for  constante, regular e todos os dias,
o Estudo de Torá é mais importante !! Isso é o que dissolve o Karma.

Lembre-se que nada acontece sem D-us. A própria palavra Karma, se escrita em Hebraico vira - קרמה - que também pode ser escrita trocando as letras para - רק מה - 'Rak meHahem" - ou seja, Somente de D-us! Nada nem ninguém pode mexer no Karma de uma pessoa sem a ajuda Dele.

Umot Haolam [os povos do mundo] têm  Chokmah (ciência), mas podem não ter Emuná (fé) do modo que os judeus a tem. A fé judaica tem como vértice a Revelação da Torá por D-us a Moisés!!

Emuná significa saber que há um Criador, e que ele Atua em todas as esferas deste mundo.

Com nossa própria Torá e tefilá e fazendo chessed e tzedakah, talvez possamos "fazer um acordo" com Hashem que funcione por meio das nossas boas ações, quem sabe por internédio de algum Tsadik [homem justo].

Faça do Tsadik o seu "parceiro". Não posso garantir que isso vai ajudar, mas tem ajudado algumas pessoas que já tentaram.

Kol Tuv,

Ozer Bergman.

(TROPI) PURIM Samêach!!


Compartilhar no Google+

+ comentários + 1 comentários

19 de junho de 2016 14:15

Olha não há menor dúvida, que isso explica em muito porquê uns nascem pra sofrer, enquanto outros riem, mas que isso, há possibilidade de uma mazol(sorte) diferente, que pode ser decretada pelo criador conforme a pessoa busca, através da Teshuvá, Tefilá e Tsedacá, ação e não graça isso é o que divide os homens dos meninos.

Postar um comentário

Seus comentários são muito bem vindos.

 
Copyright © 2011. O que é Judaísmo? - All Rights Reserved
Templates: Mais Template
{ overflow-x: hidden; }